23 julho 2010

Camptodactilia, saiba mais sobre esse assunto


Olá, meninas!


Por aqui está tudo bem, Victor está melhorando do resfriado graças a Deus!

Muita gente me pergunta sobre os dedinhos de Victor, o que é realmente? como se trata? então decidi fazer um post sobre o assunto:


Bom, assim que percebi que os dois dedinhos dele da mão esquerda não estiravam procurei um ortopedista , fizemos um raio x e logo me veio a notícia de que seria preciso uma cirurgia, nem precisa dizer que meu mundo caiu naquele momento, né?!


Pois bem, decidi procurar outro e a mesma coisa: cirurgia, já estavamos quase marcando a cirurgia quando meu coração de mãe me pediu pra procurar outra opinião, foi quando achei o SOS mão daqui de Recife, eles são referência em cirurgia de mão, logo que o cirurgião o examinou me disse que não seria preciso cirurgia, disse que ele movimentava perfeitamente os dedinhos, que tinha força neles e que ele poderia fazer qualquer coisa com os dedinhos assim, seria apenas uma questão estética e que no caso dele quase não se percebia.


Fiquei aliviada , afinal não iria jamai submeter meu filho a um procedimento cirurgico onde ele teria que tomar anestesia geral, simplesmente por questão estética, a não ser que fosse uma coisa que no futuro lhe trouxesse problemas físicos ou emocionais.


Mas, afinal o que é CAMPTODACTILIA ?A denominação mais freqüentemente encontrada na literatura é camptodactilia, que se origina das palavras gregas “kamptos” (torto) e “dactylos” (dedo). Caracteriza-se pela flexão permanente de um ou de vários dedos da mão, flexão que afeta particularmente a articulação da segunda sobre a primeira falange.


No cado do Victor não foi necessário cirurgia, o médico receitou um extensor, tipo uma paletinha pra colocarmos quando ele estivesse dormindo, ele foi bem claro ao dizer que não resolveria 100%, quero também fazer um alerta as mamães: SEMPRE PROCUREM UMA SEGUNDA OPINIÃO, em se tratando da saúde dos nossos pequenos mais ainda, se eu não tivesse feito isso, provavelmente teria submetido meu pequeno a uma cirurgia desnecessária, e por menor que seja, toda cirurgia é um procedimento invasivo que oferece riscos, muito mais quando se faz uso de anestesia geral.


Espero que tenha tirado um pouco as dúvidas, qualquer coisa estarei a disposição pra mais informações, ok?!


Beijos!!!

4 comentários:

Juliana disse...

Muito, muito bom! Não sabia nada sobre esse assunto e você explicou tudo.
E Parabéns pra você, por ter ido atrás de soluçoes e respostas tão fielmente ao seu filhote!

Espero que tenha evolução no movimneto dos dedinhos com o extensor.
Beijos
Ju e Clara

Paty Fortunato disse...

Ótimas informações!
Tb não sabia nada a respeito,obrigado por compartilhar:)))

Bom fns,
Beijocas!

Michelle Muniz disse...

Olá!
Estou repassando um selinho que fiz pro Théo, e gostaria de te convidar para fazer parte dessa corrente. Passe no meu blog e copie o selinho pro seu blog. Eu ficarei muito grata!
Abraços!

Valéria Bitencurte disse...

Olá mamãe do Victor, vi seu post sobre camptodactilia e fiquei curiosa para saber do resultado após estes 3 anos... Minha filha também tem este problema porém já está com 9 anos, e o médico que fui me falou também que era estético porém tenho medo que piore com o tempo. Se puder atualizar o caso do seu filho eu agradeço.
Valéria.

Related Posts with Thumbnails

Sobre você e eu

Minha foto
Suely Lins
Pernambuco, Brazil
Eu sou a mamãe do Victor, ele é meu grande amor, um sonho realizado, um amor pra vida toda, conheci o amor mais sublime quando você nasceu. Uma menina que tinha um grande sonho de ser mãe, hoje uma mulher realizada, que tem seus altos e baixos, como todo ser humano, mas que quer ser feliz, como mãe, mulher e profissional, não é tarefa fácil, mas estou aprendendo a cada dia, sei tudo sobre bebês ( na teoria) na prática faz alguns meses que estou tendo aulas, o professor? Um filhote lindo, expert em fazer a mamãe feliz, phd em sorrisos lindos e travessuras...nessa escola da vida, serei sempre aluna!
Visualizar meu perfil completo
 

Meu Anjinho Design by Insight © 2009